São Paulo sofre com o Fluminense e Volpi garante empate na estreia do Brasileirão

Contra um possível adversário nas oitavas de final da Copa Libertadores, o São Paulo sofreu. A equipe do técnico argentino Hernán Crespo foi neutralizada pela forte marcação do Fluminense e só não perdeu na estreia do Campeonato Brasileiro, no sábado (29), no estádio do Morumbi, na capital paulista, por causa de Tiago Volpi. O goleiro defendeu um pênalti, fez outras defesas importantes e garantiu o empate por 0 a 0.

 
O São Paulo começou o jogo com uma enorme dificuldade na marcação. A movimentação do ataque do Fluminense confundia o setor defensivo são-paulino. Com três minutos, Volpi já havia trabalhado duas vezes. O duelo entre Abel Hernández, titular no lugar de Fred, e Miranda era interessante. O encontro de dois jogadores com Copa no Mundo no currículo e passagem pela Europa.

 
E os dois participaram de um momento bastante polêmico do primeiro tempo. Abel Hernández, primeiro, foi derrubado na área por Igor Vinícius: pênalti. Então Miranda surgiu para infernizar Nenê, dificultando o posicionamento do adversário na entrada da área (o que é permitido) para execução da cobrança. Foram três minutos de confusão até que o jogador do Fluminense bateu para defesa de Volpi.

 
O lance que poderia alterar o panorama da partida não surtiu qualquer efeito. O espaço que concedia ao Fluminense na defesa não era o mesmo que conseguia no ataque. O São Paulo esbarrava na forte marcação, que impedia Gabriel Sara e Igor Gomes, os responsáveis pela articulação, de jogarem livremente.

O pior primeiro tempo sob o comando de Crespo fez o treinador modificar o time no intervalo. Rojas entrou. Igor Gomes ficou no vestiário. E foi o Fluminense que teve mais uma chance de abrir o placar, antes do minuto inicial. Martinelli deu ótimo passe para Gabriel Teixeira, que, livre de marcação, chutou para outra defesa de Volpi. A bola ainda tocou na trave.

 
Apesar de melhorar um pouco, o São Paulo continuava sem incomodar Marcos Felipe, que era praticamente um espectador no Morumbi. Crespo não esperou muito e, aos 11 minutos, colocou Luciano para tentar fazer o que Pablo não conseguiu: levar perigo ao gol do Fluminense. Não funcionou. O ataque era inoperante.

A partida seguiu sem mudanças bruscas no roteiro. O Fluminense era bastante efetivo na marcação e incomodava no contra-ataque. O São Paulo buscava criar. E fez isso aos 40 minutos, em um lance polêmico. Rojas finalizou para fora após cruzamento de Reinaldo na pequena área. Na jogada, o equatoriano foi empurrado por Egídio, mas, após verificação do árbitro de vídeo, nada foi marcado.

 
FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 x 0 FLUMINENSE

SÃO PAULO – Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Igor Vinicius, Luan, Liziero (Eder), Igor Gomes (Rojas), Gabriel Sara (Shaylon) e Reinaldo; Pablo (Luciano). Técnico: Hernán Crespo.

FLUMINENSE – Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago Felipe (Wellington) e Nenê (Cazares); Caio Paulista (Kayky), Abel Hernández (Bobadilla) e Gabriel Teixeira (Luiz Henrique). Técnico: Roger Machado.

CARTÕES AMARELOS – Reinaldo (São Paulo); Abel Hernández, Yago Felipe e Roger Machado (Fluminense).

ÁRBITRO – Rodolpho Toski Marques (PR).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!