Foto Mega Sena

Suposto ganhador da 'Mega da Virada' aparece em São Paulo

Apenas 23 dias após perder, oficialmente, um prêmio de mais de R$ 162 mi da Mega-Sena da Virada, sorteada no dia 31 de dezembro de 2020, o suposto apostador se apresentou ao Procon-SP nesta sexta-feira (23) alegando ser o ganhador. Agora, o órgão afirma que irá notificar a Caixa Econômica Federal para que o banco realize a identificação do apostador.

Segundo as regras da Mega-Sena, cada ganhador tem o prazo máximo de 90 dias para retirar seu prêmio. No caso da Mega da Virada 2020, este prazo se encerrou no dia 31 de março deste ano. O sorteio, que teve prêmio R$ 325,2 mi - até hoje o maior valor pago em uma única edição da loteria -, teve dois ganhadores. O primeiro apostador, de Aracaju-SE, retirou sua parte na semana seguinte.

Segundo o Procon-SP, mesmo que a Caixa Econômica afirme que o apostador perdeu o prêmio, por ele não ter sido retirado dentro do prazo, é dever da instituição financeira realizar integralmente o pagamento. Para o órgão, pelo fato da aposta ter sido realizada pela internet, o banco possuía meios de identificar o ganhador.

Em março, a Caixa já tinha sido notificada a identificar o apostador e fazer o pagamento. Em resposta, informou que a obrigação de reclamar o prêmio no prazo de 90 dias é do vencedor e que o cadastro efetuado virtualmente não tem a finalidade de fazer a identificação, mas apenas de verificar a qualificação do interessado como apostador.

Informações GMC Online e catve

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!