Suspeito de invadir casa do ex-chefe e de fazer família refém após demissão é morto pela polícia em SC

Um homem de 28 anos suspeito de invadir a residência do ex-chefe e fazer a família dele refém em Balneário Gaivota, no Sul catarinense, na segunda-feira (5) morreu ao ser baleado pela polícia após liberar a última pessoa que estava sob seu domínio.


Não houve mais feridos e os quatro reféns saíram ilesos, de acordo com o delegado responsável pelo caso, Luís Otávio Pohlamnn. Um inquérito será instaurado para apurar o caso.
 

"O homem investiu contra os policias com uma faca e acabou sendo alvejado para garantir a integridade física dos policiais. [...]Após liberação da última refém, foi iniciado o processo de rendição. Ele não se rendeu, partiu para cima dos policias, aí foi alvejado", disse o delegado.
 
 
Segundo a polícia, funcionário demitido invadiu casa de ex-chefe e fez família refém em Balneário Gaivota (SC) — Foto: Divulgação
 
Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi demitido no fim de semana pelo ex-chefe, que é dono da casa e não estava no local no momento da ocorrência.


O homem entrou na casa com uma faca e fez a companheira do ex-empregador e os três filhos dele reféns. Ao longo das negociações, o homem liberou uma criança de 4 anos e dois adolescente de 15 e 16 anos.


A última pessoa liberada foi a mulher de 36 anos por volta das 17h. O homem teria invadido a casa por volta de 7h30 e a polícia chegou ao local por volta das 9h após ser acionada por vizinhos.


Conforme a Polícia Civil, o ex-patrão é dono de uma empresa de construção civil e o homem de 28 anos trabalhou alguns dias como servente de pedreiro, mas foi dispensado no fim de semana. “Em tese, esse é o motivo”, informou o delegado.


O Instituto Geral de Perícias foi até o local para recolher o corpo. A identidade do homem e detalhes sobre a morte não foram informados, assim como a relação de trabalho entre o homem e o ex-empregador. Não foi informado quantos tiros ele levou e em que partes do corpo.

Com informação de Carolina Fernandes, G1 SC e NSC

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!