Foto: Márcio Lopes/ aRede

Três presos iniciaram motim na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa, diz Depen

O Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) confirmou o princípio de rebelião, iniciado por volta das 15 horas, na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa (PEPG), na tarde desta terça-feira (8).

 
Em nota, o Depen confirmou que o motim está contido no interior de uma fábrica de calçados existente no interior da penitenciária. 


 
 
Segundo a nota, ainda até o momento, quatro funcionários da empresa estão mantidos como reféns.

 
O Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) chegou a pouco na PEPG para iniciar as negociações.

“O Departamento Penitenciário do Paraná informa que três presos iniciaram um motim na tarde desta terça-feira (8) na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa (PEPG), por volta das 16 horas. Quatro funcionários de uma empresa de calçados que possui fábrica na penitenciária são mantidos reféns. O local foi isolado pela equipe do Serviço de Operações Especiais (SOE) do Depen e demais agentes penitenciários de plantão. Até o momento não há registro de feridos. O motim está contido no interior da fábrica e não atinge o restante da penitenciária. Uma equipe de negociação do BOPE da Polícia Militar está a caminho para dar início às negociações” informou o Depen.

Com informação da CGN

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!