Marcio Cerny/Marechal News

Tribunal condena réu por tentativa de homicídio em Marechal Rondon

Se estendeu até a noite de quinta-feira (22), a sessão do  Tribunal Popular do Juri de Marechal Cândido Rondon, que julgou por  tentativa de homicídio e lesões corporais,  Luiz Eduardo Turmina.

O crime cometido por ele ocorreu em 16 de agosto de 2020, por volta das 22 horas, no Bairro Jardim Botafogo, onde atentou contra a vida de  Franciele Daiana dos Santos, pessoa com quem manteve união estável durante 15 anos e da qual estava separado havia 4 meses.

Conforme a denuncia o réu tentou matar sua ex-companheira por enforcamento, somente não concretizando seu objetivo porque a vitima conseguiu fugir do local onde estavam e se escondeu no terreno de uma propriedade visinha.

Considerando os agravantes do crime, o juiz presidente da sessão do Tribunal Popular do Juri, Dionísio Lobchenko Junior, estabeleceu a pena final de Luiz Eduardo Turmina, em 6 anos e 4 meses de prisão.

Hoje serão levados a júri popular os executores de um duplo homicídio ocorrido em Mercedes.

Fernando Jaconetti de Andrade, Mateus de Marcos Milani, ambos   recolhidos  à Cadeia Pública de Cascavel e  Ricardo Brito da Silva,  atualmente recolhido à Cadeia Pública de Umuarama,  todos  moradores na  cidade de Guaira

No dia 07 de dezembro de 2019, por volta das 21 horas e  30 minutos, numa residência situada a Rua Olário  Schwantes,  em  Mercedes, os denunciados, todos agindo com consciência e manifesta vontade de matar, esparramaram combustível por toda a sala da casa  de madeira  e sobre as vítimas Daiane Eliane Ferreira e Jones Eliton Magagnin, e, em seguida, atearam fogo.

Em decorrência das lesões geradas pelas queimaduras que sofreu, a vítima  Daiane Eliane Ferreira morreu dois dias depois em unidade hospitalar de Curitiba, para onde havia sido transportada para tratamento.

Por sua vez, a vítima Jones  Eliton Magagnin faleceu 20 dias depois, no hospital de queimados em Londrina.

Os três denunciados,  foram previamente contratados  e por isso se deslocaram de Guaira até Mercedes  para praticarem os crimes .

Atuarão  na defesa dos réus os advogados  : Luiz Claudio Nunes Lourenço, Luciano Caetano, Antonio Marcos de Aguiar, Tauana Richter Nogueira Xavier, Sandro Junior Batista Nogueira, Hasan Vais Azara e Lourenço Cesca;

O Ministério Publico será representado pelo  Promotor: Marcus Vinicius Ferraz Homem Xavier e o júri será presidido pelo Juiz  Dionisio Lobchenko Junior.

Com informação MCR News

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!