Vacinação em gestantes com doses da marca AstraZeneca está suspensa em Marechal Rondon

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu nota no final da noite desta segunda-feira, 10, recomendando a suspensão imediata do uso da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, em gestantes. No Brasil, o imunizante é produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz).

 

Diante disso, na manhã desta terça-feira, dia 11, a Secretaria de Estado da Saúde também divulgou comunicado solicitando a suspenção da vacinação de doses da marca em gestantes, que foi acatado pela Secretaria de Saúde de Marechal Rondon.

 

A última remessa destinada ao município foi da marca AstraZeneca, por isso as gestantes com comorbidades, acima de 18 anos, que seriam vacinadas hoje, não irão receber o imunizante. A Secretaria de Saúde rondonense ainda não definiu sobre as puérperas, pois não recebeu nenhuma orientação. Diante disso, no CMEI Vila Gaúcha, na manhã desta terça-feira, só serão vacinadas as pessoas com Síndrome de Down e puérperas, acima de 18 anos.

 

Por outro lado, a vacinação para pessoas de 60 anos ou mais, primeira dose, e para todas as pessoas que já podem tomar a segunda dose segue normalmente no ponto permanente, no parque de exposições, das 8h às 13h.

 

 

 

 

 

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!