Vanderlei brilha nos pênaltis, Vasco vence o Botafogo e conquista a Taça Rio

Com três defesas de Vanderlei na disputa de pênaltis, o Vasco da Gama conquistou o título da Taça Rio na tarde de sábado (22), mesmo depois de perder para o Botafogo, por 1 a 0, no tempo normal, em jogo realizado no estádio São Januário.

 
A Taça Rio deste ano nada mais foi do que um prêmio de consolação para os times que ficaram entre o quinto e o oitavo lugar no Campeonato Carioca. O título garante ao Vasco uma premiação de R$ 1 milhão. 

 
O Vasco tinha a vantagem do empate depois de ter vencido o jogo de ida, no Engenhão, por 1 a 0, com gol de Cano. Mas o Botafogo devolveu o placar e levou a decisão para os pênaltis. Na disputa, o time cruzmaltino levou a melhor graças à estrela de Vanderlei, que pegou três cobranças, e ganhou por 3 a 0.

Agora, os dois times se preparam para o primeiro compromisso na Série B do Brasileiro. O Vasco recebe o Operário, às 11 horas do próximo sábado, em São Januário, no Rio de Janeiro. Na sexta-feira, o Botafogo enfrenta o Vila Nova, às 21h30, no Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia.

 
O primeiro tempo em São Januário deixou a desejar. Precisando da vitória para levar a decisão para os pênaltis, o Botafogo começou pressionando o Vasco, mas esbarrava nas próprias limitações, com muitos erros de passe. Quando acertou, quase abriu o placar.

Em contra-ataque puxado por Ronald, Navarro chutou forte e exigiu grande defesa de Vanderlei. Jogando com o regulamento, o Vasco só foi criar uma boa oportunidade no fim do primeiro tempo. Aos 45, Zeca arriscou de fora da área e Douglas Borges espalmou.

O panorama da partida mudou depois do intervalo. O Vasco voltou mais ligado para o segundo tempo e assustou com Gabriel Pec e Zeca. No entanto, o time sofreu um apagão após a parada técnica e viu o Botafogo abrir o placar aos 26 minutos.

 
Navarro chutou firme, Vanderlei fez a defesa parcial e o zagueiro Gilvan completou o rebote de cabeça. O Vasco sentiu o gol e escapou de perder o título da Taça Rio ainda no tempo normal. Matheus Frizzo e Felipe Ferreira estiveram próximos de ampliar para o Botafogo.

A vitória simples botafoguense acabou levando a decisão para os pênaltis. Foi então que brilhou a estrela de Vanderlei, que defendeu as cobranças de Pedro Castro, Felipe Ferreira e Matheus Frizzo. Andrey, Zeca e Gabriel Pec converteram para o Vasco, campeão de um torneio de importância simbólica.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 (3) X (0) 1 BOTAFOGO

 
VASCO – Vanderlei; Léo Matos, Ernando, Ricardo Graça e Zeca; Andrey, Galarza (Romulo) e Morato (Figueiredo); Gabriel Pec, Léo Jabá (Juninho) e Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

BOTAFOGO – Douglas Borges; Warley, Kanu, Gilvan e Paulo Victor (Rafael Carioca); Romildo (Matheus Frizzo), Pedro Castro e Ricardinho (Felipe Ferreira); Marco Antônio, Ronald e Rafael Navarro. Técnico: Marcelo Chamusca.

GOL – Gilvan, aos 26 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO – Maurício Machado Coelho Junior

CARTÃO AMARELO – Warley (Botafogo)

LOCAL – Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!