Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

BPFRON causa prejuízo de 2,5 milhões com apreensão de bitrem carregado com cigarros contrabandeados durante Operação Hórus em Marechal Rondon

Na manhã de hoje, (07/04) Policiais Militares do BPFRON – Batalhão de Polícia de Fronteira, através do Pelotão de Operações com Cães, realizavam patrulhamento na cidade de Marechal Cândido Rondon-PR, durante Operação Hórus, quando avistaram um caminhão bitrem. Ao iniciar os procedimentos de abordagem o condutor abandonou o veículo e empreendeu fuga em meio a plantação próxima, sendo rastreado e localizado pelo cão policial do BPFRON e preso logo após . O caminhão bitrem estava carregado com pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai. Na ação foram apreendidos 50 mil pacotes de cigarros. O condutor do veículo, um homem de 27 anos informou aos Policiais Militares que levaria a carga de cigarros até Guarapuava-PR e receberia a quantia de três mil reais pelo transporte. Ele foi preso e encaminhado juntamente do caminhão e o contrabando aos procedimentos legais cabíveis. Estima-se um prejuízo de R$2.650.000,00 aos contrabandistas da região somente com está apreensão.

Resultados desta ação:

✅Uma carreta bitrem carregada com 50 mil pacotes de cigarros contrabandeados apreendidos.
✅ Um homem preso

A Operação Hórus faz parte do Programa V.I.G.I.A. sendo coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública com o objetivo de coibir os crimes transnacionais. Ela é realizada de forma integrada pela Receita Federal do Brasil, Polícia Federal (PF), Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFRON) e Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar do Paraná, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre) da Polícia Civil do Paraná, COE da Polícia Militar do Paraná, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública e Exército Brasileiro, com apoio da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

TOPO