Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

Decretada prisão de quatro suspeitos de envolvimento em assassinato, em Sarandi

Foram decretadas as prisões temporárias de quatro pessoas suspeitas de envolvimento na morte de um jovem, em Sarandi. O assassinato aconteceu em 21 de agosto, na casa onde a vítima morava, no Conjunto Residencial Sarandi II.

Segundo informações do delegado Adriano Evangelista dos Santos, Carlos Daniel dos Santos Freschi, de 20 anos, foi morto durante a madrugada do dia 21, após três homens utilizando toucas balaclavas invadirem a casa da vítima.

Conforme a Polícia Militar (PM), os suspeitos arrancaram o portão da residência da vítima, depois arrombaram a porta, entraram na casa e atiraram várias vezes. O jovem morreu na hora. Conforme a Polícia Civil, a maioria dos tiros atingiu o rosto de Freschi.  A investigação apurou que o crime foi motivado por uma suposta dívida de drogas que a vítima tinha com o quarto acusado. Ele, conforme o delegado, é suspeito também de comandar o tráfico de drogas no bairro.

“A vítima já teria ‘trabalhado’ para [o suspeito] e atualmente estaria, além da dívida, vendendo drogas por ‘conta própria’. Assim, [o suspeito] arregimentou os indivíduos, que foram os três que justamente invadiram a casa da vítima”, detalha o delegado. A polícia também já identificou qual dos procurados foi o executor no dia do crime.

Imagens de uma câmera de segurança anexadas à investigação mostram os três suspeitos saindo da “boca de fumo” onde atuavam, segundo a polícia, pouco antes do crime. A mesma câmera flagrou o momento que os três voltam ao local após o assassinato.

Durante o período de investigação, a Polícia Civil prendeu uma pessoa por tráfico de drogas na casa onde os suspeitos ficavam. No entanto, neste dia, os três não foram localizados. Também foi apreendida a arma de fogo que teria sido utilizada no assassinato de Freschi.

Segundo o delegado, foram decretadas prisões temporárias de 30 dias. O delegado de Sarandi pede que qualquer informação sobre o paradeiro dos suspeitos seja repassada à Polícia Civil. Uma das formas de contato com a equipe é por meio do Whatsapp da delegacia: (44) 9 9137-9773.

Com informação GMC e CGN

TOPO