Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

Flerte de presidente do Nacional com mãe de jogador motivou crime, diz delegado

O jogador de futebol Vinícius Corsini, de 28 anos, nutria um grande ódio pelo presidente de honra do Nacional de Rolândia, José Danilson Alves de Oliveira, de 58 anos. Foi isso que motivou o assassinato que aconteceu na noite da última quarta-feira na cidade do interior do Paraná. Vinícius confessou o crime em depoimento à Polícia Civil.

O delegado Marcos Rubira, que investiga o caso, disse em entrevista à TV Tarobá que o ódio começou após um flerte que o presidente do Nacional teve com a mãe dele. “Ele mencionou que tinha pela vítima um grande ódio, porque desde 2018 jogava pelo Nacional e, em uma certa ocasião, o presidente teria conversado com a mãe dele de uma forma ‘flertiva'”, explicou.

Nesta semana então, de acordo com o delegado, Vinícius resolveu cometer o crime. “Comprou uma faca e esperou a vítima sair da empresa, efetuando os diversos golpes. Afirmou em depoimento que tinha raiva de José Danilson”, destacou.

Após o crime, o jogador tentou fugir, mas acabou detido pela população. O Nacional de Rolândia está na segunda divisão do Campeonato Paranaense e disputa a Série D do Campeonato Brasileiro.

A Prefeitura de Rolândia decretou luto oficial na cidade em memória de José Danilson.

“O município perdeu hoje um de seus ícones na política e no esporte. Danilson era presidente de honra do Nacional Atlético Clube, time de futebol mais longevo do norte do estado, que é o atual campeão da Taça Federação Paranaense de Futebol e que disputará um campeonato brasileiro após 20 anos de espera. Ele deixa um legado de amizade, respeito, admiração e muito trabalho por Rolândia”.

Com informacão e foto. Catve, Banda B

TOPO