Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
IPTU
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

Justiça decreta prisão de acusados de matar Amanda Prado, em Cascavel

O poder judiciários deferiu ainda na sexta-feira (12) o pedido de prisão preventiva contra os dois homens que estavam no Kadett, atropelaram e mataram Amanda Prado de Amorim, na Rua Marechal Cândido Rondon, no Bairro Canadá, em Cascavel.

A Delegacia de Homicídios avaliou a cena do crime, identificou os dois autores que foram flagrados perseguindo Amanda e Erika Cristina momento antes do acidente, fizeram buscas nos endereços indicados, mas não encontraram os envolvidos.

Os dois são acusados de homicídio doloso – quando há intenção de matar e são considerados foragidos. Qualquer informação que possa ajudar na localização dos suspeitos pode ser repassada aos telefones 197 da Polícia Civil, ou 99909-3842 que é o celular de plantão da Delegacia de Homicídios de Cascavel.

As imagens dos dois acusados não foram autorizadas e divulgadas pela Polícia Civil. Apesar de procurados, segundo a delegada a lei de abuso de autoridade proíbe considerando crime divulgar à imprensa fotos e nomes de suspeitos ou presos desde o dia 3 de janeiro.

SOBRE O ACIDENTE
O grave acidente aconteceu na Rua Marechal Rondon na madrugada de sexta-feira (12).

Amanda Prado de Amorin e Érica Cristina de Oliveira estavam em uma Yamaha YBR que foi atingida por um veículo Kadett, após ser seguida.

Os condutores do carro fugiram do local do acidente sem prestar socorro as vítimas.

Amanda não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Já a amiga, sofreu escoriações e foi encaminhada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Tancredo Neves.

Delegacia de Homicídios, que investiga o caso, acredita que as vítimas tenham sido confundidas.

Com informação da  Catve.com
TOPO