Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

Mulher acusada de matar vizinha e criança de 5 anos a facadas, é condenada a 16 anos de prisão

Marisa Dulcineia dos Santos, de 41 anos, acusada de matar a facadas uma vizinha e o filho dela, em Perobal, na região noroeste do Paraná, foi condenada a 16 anos de prisão.

O julgamento foi realizado na sexta-feira (18) e durou oito horas. O crime ocorreu em 2017, na zona rural da cidade.

De acordo com os promotores, durante o julgamento, a ré confessou o crime. A pena foi revertida para internação como medida de segurança porque a ré sofre de problemas mentais, segundo a defesa. Marisa já estava internada em um hospital psiquiátrico do Complexo Médico-Penal, em Piraquara, na Região de Curitiba, onde deve permanecer, de acordo com a defesa.

“Ela sofre de problemas mentais, comprovado em laudo pericial. O problema dela gera uma dificuldade de auto entendimento e auto determinação, e isso influenciou no cometimento do crime”, disse o advogado Johnny Willian da Silva.

Como aconteceu o crime
O crime aconteceu em setembro de 2019. Marisa, de acordo com a Justiça, matou Magali Rodrigues, que tinha 26 anos, e o filho dela, que tinha cinco anos. O outro filho da vítima, de um ano, também estava na casa no mesmo dia, mas não ficou ferido.

A ré disse à polícia, à época do crime, que foi até o local para matar o marido de Magali, com quem tinha tido um desentendimento. Como ele não estava na casa, ela disse que decidiu matar a esposa e a criança.

As duas famílias moravam em uma fazenda, que fica no distrito Cedro, na zona rural de Perobal, distante a 25 quilômetros de Umuarama.

Com informações do G1

TOPO