Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Política

Evento em Foz do Iguaçu reunirá governadores do Sul e Sudeste

O Paraná será sede nos dias 28 e 29 de fevereiro do encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), que reúne os governadores dos sete estados das duas regiões. O encontro acontece em Foz do Iguaçu (Oeste) e a programação foi apresentada na reunião do secretariado com o governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta terça-feira, em Curitiba.

O grupo, criado em março do ano passado, defende políticas públicas integradas para o desenvolvimento do Sul e do Sudeste. Juntas, as regiões representam 72% do Produto Interno Bruto (PIB) e metade da população nacional. Participarão do encontro governador Ratinho Junior, e os governadores de São Paulo, João Doria; de Minas Gerais, Romeu Zema; do Espírito Santo, Renato Casagrande; de Santa Catarina, Carlos Moisés; do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fará uma palestra.

Esta é a sexta edição do encontro de governadores do Cosud e vai abordar temas como sustentabilidade e economia criativa. As anteriores, realizadas no ano passado, aconteceram em Belo Horizonte, São Paulo, Gramado (RS), Vitória e Florianópolis.

“Os estados do Sul e do Sudeste, que concentram grande parte da economia nacional, se reúnem nesse consórcio para discutir pautas em comum e trocar experiência entre si”, destacou Ratinho Junior. “É uma oportunidade para conhecer políticas que podem ser implantadas aqui e também exportar para os outros estados soluções já são usadas no Paraná”, disse. A programação do encontro foi apresentada na reunião do secretariado, em Curitiba, nesta terça-feira.

SUSTENTABILIDADE – O diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, organizador da edição paranaense do Cosud, explicou que há a necessidade de os estados discutirem o desenvolvimento econômico com foco na sustentabilidade. “Esta será a principal discussão do encontro, mostrar como é possível atrair investimentos e buscar o crescimento econômico de uma maneira sustentável. É preciso deixar esse planeta preparado para as próximas gerações”, disse.

Além disso, ressaltou Bekin, a realização do encontro em Foz do Iguaçu dá mais visibilidade ao principal destino turístico do Estado. “É a oportunidade de divulgar Foz do Iguaçu no Brasil e no mundo. O Cosud desperta grande interesse por causa de sua abrangência, já que reúne os estados com as maiores economias do País’, afirmou.

CONSÓRCIO – A intenção do Cosud é buscar políticas de integração para melhorar a qualidade do serviço público prestado à população das duas regiões, que chega a 108 milhões de pessoas. Entre as áreas prioritárias estão a segurança pública, combate ao contrabando, sistema prisional, saúde, desburocratização, turismo, educação, desenvolvimento econômico, logística e transportes, inovação e tecnologia.

O evento em Foz contará com 15 grupos de trabalho, reunindo secretários e equipes técnicas de cada área para traçar estratégias conjuntas. Eles foram divididos nos seguintes temas: Fazenda e Planejamento; Desenvolvimento Econômico; Agricultura; Turismo; Inovação, Ciência e Tecnologia; Educação, Meio Ambiente e Infraestrutura; Logística e Transporte; Saúde Pública; Segurança Pública, Administração Penitenciária; Gestão e Planejamento; Controle e Transparência e Reforma da Previdência.

Assim como nas edições anteriores, ao final do encontro será divulgado documento, desta vez a Carta de Foz do Iguaçu, reunindo as deliberações dos governadores e dos grupos de trabalho. Nos documentos divulgados anteriormente, os gestores reafirmaram o apoio às reformas estruturais em âmbito federal e às medidas econômicas essenciais à retomada do crescimento econômico e ao equilíbrio fiscal da União, estados e municípios.

Com informação da Agência de Notícias do Paraná

TOPO