Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Trânsito

Caminhoneiro desviava dos carros quando atropelou e matou 8 pessoas na BR 277

Cláudio Alexandre Seroiska, o motorista do caminhão envolvido em acidente com oito mortes na BR 277, prestou depoimento à Polícia Civil e relatou detalhes do acidente registrado na noite de domingo (2), em São José dos Pinhais, região Metropolitana de Curitiba.

O delegado da Polícia Civil, Fábio Machado, responsável pelo inquérito, afirma que o motorista prestou esclarecimentos acompanhado do advogado. “Visivelmente abalado ele confirmou que a visibilidade no momento do acidente era muito baixa, de aproximadamente dois metros. Isso confirma também as informações prestadas pelo perito que compareceu ao local dizendo que a visibilidade era muito baixa lá”, descreve.

Cláudio Alexandre disse que estava na pista da direita e quando percebeu os carros na pista, ele jogou o caminhão no acostamento, mas acabou por atropelar todas as pessoas que lá estavam. “Nós perguntamos se ele tomou alguma providência para desviar o acidente, ele disse que tomou a direção para o acostamento, mas infelizmente as pessoas estavam naquele local e acabaram sendo atingidas”, descreve o delegado sobre o relato do motorista com mais de 15 anos de experiência.

A Polícia Civil fez várias perícias no dia do acidente e identificou que a neblina e também a fumaça provocada por queimada em área de mata às margens da rodovia deixaram a visibilidade baixíssima e não havia sinalização no trecho indicando o problema. “Precisamos saber desde quando a fumaça estava no local, e por que que a rodovia não foi não foi bloqueada antes do acidente como foi feito no dia de ontem – segunda-feira (3)”, questiona.

O tacógrafo do caminhão foi apreendido e vai passar por análise para saber a velocidade exata do momento da batida. O trecho tem máxima de 80 km/h para veículos pesados, segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal.

O inquérito deve ser concluído em 30 dias, podendo ser prorrogado para mais 30 por conta da entrega de laudos e procedimentos necessários ao longo da investigação.

O acidente que deixou oito mortos envolveu 22 veículos e deixou outras 26 pessoas feridas.

Com informação da  Catve.com
TOPO