Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Trânsito

Jovem que conduzia Pálio que partiu ao meio não tinha Carteira de Habilitação

A Polícia Civil de Cascavel investiga as causas do acidente que terminou em morte, na noite de domingo (26), na Rua Clodoaldo Ursulano, no Bairro Santa Felicidade, região Sul de Cascavel.

O Fiat Pálio – que partiu ao meio com a força do impacto, era conduzido pela jovem de 18 anos que não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O casal, que estava morando juntos há pouco mais de um mês, tinha saído de casa pouco tempo antes do momento do acidente para comprar lanches, segundo o que contaram os familiares.

A condutora se perdeu na via por volta das 21h45, quase no cruzamento com a Rua João Ribeiro Pinheiro, ela atingiu uma árvore, o muro de proteção de uma casa e na sequência bateu em outra árvore partindo ao meio. Partes do carro foram arrancadas com a violência da batida, o painel do veículo se desprendeu parando alguns metros da batida, destroços ficaram por toda parte. Thaliton Lara que estava no banco do passageiro ficou preso entre às ferragens e a árvore.

A proximidade do acidente com o local onde os dois moravam favoreceu a aglomeração, vários familiares chegaram ao acidente rapidamente. A área foi isolada e a Guarda Municipal precisou ser acionada.

A jovem que conduzia o carro teve ferimentos graves e foi encaminhada à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) da Avenida Tancredo Neves.

O Corpo de Bombeiros precisou auxiliar com o desencarcerador para retirar o corpo da vítima fatal que segue no IML (Instituto Médico-Legal).

O Samu também foi acionado para atender a mãe do rapaz que passou mal ao descobrir que a vítima fatal da batida era o próprio filho.

A perícia foi realizada no local do acidente e o inquérito de investigação deve durar até 30 dias.

Com informação e foto: Catve

TOPO